( "HERÓIS DA FÉ" ) "Participe e diga pela FÉ" !! EU VOU NO ARREBATAMENTO !! Click em SEGUIR !

O BRASIL é de "Jesus"! SEJA UMA VOZ PARA ESTE MUNDO ! Anunciando que: BREVE JESUS VOLTARÁ !!!

EU VOU NO ARREBATAMENTO!!! E VOÇE? (Música Oficial do BLOG autorizado pelo própoio Cantor Lázaro)

CARTA AO LEITOR:

SEJAM BEM VINDOS!... QUERIDO SEGUIDOR E LEITORES DE NOSSO BLOG !... QUERO COM CARINHO DEIXAR BEM AVISADO QUE: INDEPENDENTE DE PLACA DENOMINACIONAL NÓS POSTAREMOS TODO TIPO DE MENSAGENS, IMAGENS E VÍDEOS RELACIONADOS AO TEMA ESCATOLÓGICO DE QUALQUER ORDEM E DE QUALQUER AUTOR SOBRE O TEMA: "ARREBATAMENTO" E TUDO RELACIONADO AO FIM DOS TEMPOS...(Curiosidades e outros). PARA QUE POSSAMOS REFLETIR, PESQUISAR E COM SABEDORIA, COLOCAR EM DEBATE DE FORMA SADIA, TUDO AQUILO QUE PENSAMOS A RESPEITO. E ASSIM PODEMOS COMENTAR E DIZER AQUILO QUE PENSAMOS SEM OFENDER E RESPEITANDO UNS AOS OUTROS, CERTO QUE DE NINGUÉM NASCE SABENDO !... E CLARO QUE SÓ O ESPÍRITO SANTO NOS FARÁ COMPREENDER A RAZÃO DOS FATOS: ASSIM -TRIBUTAMOS A DEUS A HONRA, A GLÓRIA E O LOUVOR !...

Att - Pr. Katzenelson Canuto

QUEM TEM FÉ PARA DOAR, COM CERTEZA TERÁ FÉ PARA RECEBER !...

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
AGÊNCIA - 2399
OPERAÇÃO - 013
CONTA POUPANÇA - 22968-5
Você pode fazer com que esse trabalho evangelístico continue. Seja um Internauta Missionário, ajudando a manter esse BLOG e proporcionando o seu crescimento. Você pode fazer a sua doação no valor de R$ 20, R$ 30, R$ 50, R$ 100 ou mais, tornando-se, assim, este auxiliar e levando vida aos que padecem, livrando-os daquilo que tem aprisionado suas vidas ao sofrimento. Queremos continuar a levar a palavra de fé no Deus Vivo a todos os sofredores. E a internet é um grande meio de chegarmos aos lugares mais remotos deste mundo. Hoje, o Ministério EU VOU NO ARREBATAMENTO conta com vários parceiros e estamos adquirindo novos servidores para dar a todos o melhor. Seja um INTERNAUTA MISSIONÁRIO. Nada é mais glorioso do que ganhar almas. Lembre-se: dai, e dar-se-vos-á... "Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes." Salmo 126:6

NAQUILO QUE DEUS TOCAR NO SEU CORAÇÃO PARA DOAR, POR FAVOR NOS COMUNIQUE POR EMAIL - katzenelsondf@gmail.com

E DEUS VOS RECOMPENSARA EM BENÇÃOS!!!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

UMA VERGONHA - Fernando Henrique Cardoso e a maconha

E a Trip desse mês traz o ex-presidente na capa com seu novo assunto favorito: a erva.


E o que o senhor descobriu quando começou a estudar o assunto?

Quanto mais eu e os outros líamos, mais chegávamos à conclusão de que a guerra às drogas era falida e que o objetivo de zero droga é inalcançável. E, por isso, era preciso buscar outra abordagem, outra estratégia para tratar do assunto. Nossa comissão latino-americana há uns três anos lançou um documento que teve muita repercussão no mundo. O que dizia era mais ou menos o seguinte: os recursos estão todos concentrados em destruir a produção e combater o tráfico. Mas nada é feito para lidar com os efeitos na sociedade e em quem usa. Nada era feito de fato para reduzir o consumo. Com o cigarro, por exemplo, houve um esforço grande e caiu o consumo. E depois descobri que é preciso reconhecer que as drogas são múltiplas, e os efeitos não são homogêneos. Desde cigarro, álcool, maconha, heroína, cocaína. Vários mitos desabavam diante das pesquisas.

Que mitos, por exemplo?

O de que o uso de uma droga leva, necessariamente, a outra. Não é verdade. Vocês podem ver no filme que a ex-presidente da Suíça dá um depoimento mostrando que o que leva de uma droga a outra não é o consumo, mas o mercado. É o traficante que induz. Outro mito que pude verificar pessoalmente em viagens é o de que existem drogas leves e pesadas. Sim, umas são mais pesadas do que outras, mas depende muito mais do tipo de uso que se faz. Se você acorda já fumando maconha é complicado. Se você acorda bebendo cachaça é ainda mais grave. Mas se você toma uma cachaça de vez em quando é bem mais tranquilo. O mesmo se aplica a maconha, heroína, cocaína… Então precisamos ter uma visão mais sofisticada sobre isso se quisermos, de fato, reduzir as consequências negativas. (…)

Mas sofisticar a informação não basta sem uma mudança legal na hora de diferenciar uma droga da outra. Como o senhor encara a questão da maconha, especificamente?

Isso não é simples. Primeiro temos que descriminalizar o usuário. Mas mesmo na hora de diagnosticar o que é usuário e traficante é complicado. Porque todo usuário, uma hora ou outra, acaba sendo um pequeno traficante. Como o acesso à boca de fumo é ilegal, alguém que se arrisca aproveita e também pega para os amigos. Então isso cria uma teia de ilegalidade que é melhor acabar. Pelo menos no caso da maconha. Minha opinião é a de que a maconha pode ser tratada de forma diferente. Isto é, regulada como é o álcool e o cigarro.

Isso vai bem além de descriminalizar o uso. Regular significa criar formas de produção e venda permitidas por lei, certo?

Uma coisa leva a outra. A opinião pública não aceita as ideias de uma vez. A gente precisa criar efeitos em cadeia. Quando você discute drogas, é fácil convencer uma pessoa de que o usuário não deve ir para a cadeia e que ele precisa de tratamento médico. Com isso quase todos concordam. Mas, no caso da maconha, a pessoa não requer tratamento. Em seguida, você tem que perguntar: e o que fazer agora? Ninguém pensa em liberar totalmente o uso. Mas, quando você vê os fatos, na verdade a maconha é menos danosa do que o álcool e o cigarro. Agora, vamos supor que ela seja colocada na mesma categoria desses dois. Ora, você não vai liberar álcool e tabaco para menores de idade. Em certos países existem restrições mais drásticas em relação às bebidas. Hoje, em São Paulo, se você fuma precisa ir para a rua acender um cigarro. Há 15 anos todo mundo respirava o mesmo ar infecto do cigarro. Antes fumar era sinônimo de glamour, agora não é mais. Isso vem de uma regulação maior. Mas alguém produz o álcool, o cigarro, alguém os vende.

Como poderíamos criar um mercado regulado de maconha?

Tem mil caminhos. Não há uma receita. Isso tem que ficar bem claro. Nada resolve. Nada acaba com o uso nem com os malefícios que ela possa causar. Mas precisamos criar maneiras de reduzir os problemas. E tem muitas experiências nas quais podemos nos espelhar. Em Portugal, a descriminalização e, na prática, a não perseguição ao usuário deram certo.

Mas Portugal não tem um modelo de produção e venda de maconha. O tráfico continua.

E isso é o que precisa ser discutido aqui. Uma coisa é o uso da droga e o que isso causa no usuário. Outro é o tráfico que gera violência. Em Portugal o tráfico não está atrelado à violência. Na Holanda eles podem vender, cobrar impostos nos coffee shops, mas a maconha entra no país ilegalmente. O Estado fecha os olhos à ilegalidade. Eles dão uma justificativa: “É melhor resolver metade do problema do que nem a metade”. É verdade. Mas vai para o México ou para uma favela carioca. A violência é o problema mais grave e vai continuar sendo. E não podemos realmente deixar o tráfico prosperar. Então não dá para aplicar a mesma receita igualzinha de um país para outro. No Brasil eu iria com cuidado. Faria alguns experimentos. Precisamos discutir e, na hora que descriminalizar o uso, poder perguntar: e quem produz?

E, na sua opinião, quem produziria?

Cooperativas, autorizações para produção em pequena escala, jardins particulares para uso pessoal. Alguma coisa assim deveria ser experimentada para ver se a coisa anda. As estatísticas mostram que 80% dos que usam droga usam maconha. E, como ela é a menos daninha, menos que o cigarro, é razoável que a gente a separe das demais, para tirar essa receita do tráfico e concentrar o combate nas outras drogas que são mais perigosas. Essa é a discussão. E há no Brasil certo cinismo quando se discute isso… Porque o acesso à maconha aqui é amplo. E isso é errado. Não tem critério nenhum. Qualquer um consegue.

É como se fosse liberado.

Exatamente. Ontem mesmo estava ouvindo no rádio que estavam vendendo livremente maconha em uma escola. E pior, o cara que vende não vende só maconha… Isso é um problema social grave para o qual não podemos mais fechar os olhos.
A entrevista (leia-a na íntegra aqui) foi conduzida pelo Torturra, que aos poucos está virando o porta-voz desse tema, quando comentou, na Twitcam abaixo, a matéria do Fantástico em que Fernando Henrique falou de seu novo affair com a planta proibida em cadeia nacional.

FONTE - http://www.oesquema.com.br/

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCERIA DE DIVULGAÇÃO :


VÍDEOS:

Loading...

CURIOSIDADES INTERESSANTES - OS SINAIS NO CÉU ( O importante são os FATOS ACONTECIDOS )

OS SINAIS NO CÉU:

- "... Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas." (Lc. 21,25)

> Asteroide atinge ponto mais próximo da Terra na noite desta terça
> Aurora boreal é flagrada no sul dos EUA e surpreende especialistas

> Fenômeno meteorológico cria arco-íris em torno do Sol em Brasília.

> Tempestades solares podem causar catástrofes mundiais.

> Asteroide gigante passará próximo da Terra em novembro, diz Nasa.

> Nasa captura gigantesca erupção solar.

> Imagens da Nasa mostram grande explosão solar.

> Raios já mataram 72 pessoas no Brasil em 2010.

> Cometa Hartley 2 está visível por binóculo no Brasil a partir desta 5ª

> Asteróide "perigoso" passará próximo à Terra em outubro.

> Lua está encolhendo como uma maçã velha, diz estudo da Nasa

> Chuva de meteoros é registrada em várias partes do mundo.

> Chuva de meteoros nesta quinta será espetacular, diz Nasa.

> Meteorito ilumina início de noite em São Paulo.

> Nasa capta imagem de erupção gigante do Sol.

> Meteoro cai e causa clarão em quatro estados dos EUA.

> Mar avança e ameaça residências em cidade de SC.

> Maré sobe 1,5 m e invade ruas e casas em Florianópolis.

> Índices de radiação solar atingem nível máximo em SP.

> Meteorito caiu em um consultório Medico nos EUA.

> Túnel de nuvens é fotografado em praia do Uruguai.

> Luz em forma de espiral é vista no céu da Noruega.

> Chuva de meteoros anual corta o céu dos EUA

> Maior eclipse solar do século só pode ser visto na Ásia

> Baixa atividade do sol intriga astrônomos.

> Asteróide passa de raspão pela Terra, afirmam astrônomos.

> Alinhamento de planetas: Aproxima-se a era de aquários?

> Cometas escuros seriam ameaça à Terra diz revista.

> Hubble fotografa supernova em galáxia anã próxima à Terra

> Colisão com asteróide gigante fez Lua girar 180 graus.

> Tríplice conjunção é o espetáculo celeste do ano.


FONTE - © Últimas e Derradeiras Graças